sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

FAZENDO PINHEIROS (CONÍFERAS) COM O CONJUNTO DA POSTAGEM ANTERIOR

O meu objetivo com esse tutorial é dar um caminho para o modelista ferroviário que gosta de fazer suas árvores, nesse caso, coníferas.
Não tenho aqui nenhum propósito de esgotar o tema. Apenas estou mostrando o meu modo de fazer isso, que poderá servir de inspiração ou ponto de partida para os que pretendem dar um toque pessoal ao cenário da maquete.
No meu caso estou dando ênfase ao conjunto de fabricação de coníferas, cujo projeto de construção antecedeu a esta postagem.
Basicamente vamos tratar aqui de três tipos de coníferas. 
O primeiro tipo, é um cone perfeito, cujo volume de fibra dá uma árvore bem compacta e resistente. O segundo modelo, mais arredondado, utiliza menos fibra, e o efeito é razoavelmente diferente do primeiro. O terceiro modelo, após a aplicação de cola em spray e do fine turf, recebe modelagem com os dedos (ou com um alicate de ponta fina), produzindo uma árvore mais parecida com cedrinhos.

Em todos eles o material básico é o sisal, que no meu caso foi retirado em pedaços de uma corda.



O começo de todo o processo é cortar o sisal em pequenos pedaços, cujo comprimento vai ser determinado pelo tamanho da árvore que o modelista pretende fazer.

No meu caso cortei o sisal em pedaços de 5 cm, e depois, com a árvore já montada, aparei a fibra com uma tesoura, deixando no tamanho adequado à escala da maquete.



Para cortar o sisal  o modelista pode utilizar uma faca afiada ou até mesmo um facão, conforme pode se ver nas duas fotos abaixo. No meu caso, como a corda era muito grossa, também utilizei um martelo, o que facilitou razoavelmente o corte.



TINGINDO O SISAL


Utilizei corante para roupas, que é muito comum em qualquer país, mas cores verde escuro e verde claro.
Numa panela com dois litros de água despejei um tubo de tinta verde clara e 20 ml de tinta verde escura.

Depois coloquei dentro da panela os pedaços de sisal devidamente desfiados e alinhados conforme pode-se ver na foto abaixo.



IMPORTANTE!


Atenção para as regras abaixo. Elas vão permitir um melhor resultado no tingimento e no manuseio do material.
1 – A água deve cobrir o sisal.
2 – Deixe em fogo baixo para evitar que levante fervura.
3 – Não tampe a panela porque vai levantar fervura; se isto acontecer o sisal vai ficar todo entrelaçado e imprestável para o uso.
4 – Deixe no fogo durante 30/40 minutos.


Após esse período retire cuidadosamente o sisal da panela e espalhe-o em local adequado para secar.


MÃOS À OBRA!
FAZENDO A CONÍFERA TIPO 1 (Cone perfeito)



 O primeiro passo é colocar a fibra sobre o arame e espalhá-la. Em seguida dobrar o restante do arame sobre a fibra e colocá-lo  no mandril junto com a outra ponta.




Retire a mesa de trabalho de debaixo do arame para que as fibras possam girar livremente.

Acione suavemente a aparafusadeira.  Dê pequenos toques no gatilho para ir percebendo o formato que a árvore vai tomando. Veja a sequência de fotos abaixo.



Retire  a árvore da aparafusadeira e recorte o excesso superior deixando uma pequena ponta. Na parte de baixo deixe 3 cm de arame para a fixação da árvore à maquete.



Com uma tesoura dê o formato que você quer para a árvore. Neste caso, um cone.



Mergulhe a árvore dentro da cola PVA (50% cola e 50% água) até encobrir todas as fibras. Depois retire a árvore e deixe escorrer bem a cola.



Em seguida faça a aplicação do acabamento preferido. No caso do exemplo usei Fine Turf - green blended (Woodland T 49)



Na foto abaixo, o resultado final.



Observem que na foto acima aparecem algumas falhas na folhagem que não existiam no enrolamento final da árvore. Explico: com a aplicação da cola e do fine turf, é possível fazer essas falhas apertando a lateral de um alicate ou de uma chave de fenda contra a conífera. A folhagem ficará comprimida e aparecerão as falhas.

Só a título de sugestão, em outra conífera (abaixo) fiz a aplicação de Blended Turf, depois borrifei cola e  sobre ela espalhei um pouco de grama estática (static grass) da Noch. 
Veja o resultado:






FAZENDO A ÁRVORE TIPO 2 (Conífera mais arredondada)


Neste modelo utilizei a fibra pronta, já pintada, que é vendida em carretéis nas lojas de artesanato (foto abaixo)



Para fazer a árvore do exemplo, cortei quinze pedaços de 5 cm. O tratamento dado à fibra foi um pouco diferenciado. Com um pente, desfiei as fibras. Na montagem abaixo o processo fica bem claro.




 Passamos agora à montagem da árvore.
Coloque o arame na aparafusadeira e distribua a fibra sobre ele.



Note que a fibra está mais comprida e um pouco mais espalhada. Isto é fundamental para se obter a conífera com o formato que queremos. Não se preocupe se não der certo. Tente novamente com outras quantidades de fibra até obter o conjunto correto.
Depois da fibra enrolada e do corte levemente arredondado com a tesoura, o aspecto vai ser o da foto abaixo. Note como as fibras estão mais espalhadas, com menor densidade.



Mergulhe completamente a árvore na cola. Depois levante-a para que o excesso de cola possa escorrer.



Aplique o acabamento de sua preferência. Neste exemplo estou aplicando o Fine Turf com a mão, dispensando o shaker. Escolha a alternativa cuja aplicação seja mais fácil para você.





Finalmente temos o pinheiro pronto.



Fazendo o modelo 3 (Cedrinho)



Monte a fibra sobre a mesa. Sua necessidade e a escala da maquete determinarão o tamanho da árvore.



Enrole as fibras como nos exemplos anteriores e recorte no formato desejado.



Ao contrário dos exemplos anteriores, onde utilizamos cola PVA diluída para a aplicação de textura, nesse novo modelo de pinheiro será necessário usar cola em spray, conforme foto abaixo, ou similar.



Aplique a cola sobre a toda a árvore.




Aplique o fine turf sobre a cola. Com os dedos (ou com um alicate) vá dando o formato de pequenos tufos na árvore. A cola em spray, enquanto não seca, permite a modelagem dos tufos de folhas.



A árvore pronta ficou assim.



O exemplo abaixo foi feito usando a mesma técnica, mas a modelagem foi executada com os dedos e formando tufos maiores de folhagens.


BÔNUS:


Só como exemplo, a árvore abaixo, utilizando a técnica 3, foi executada com a fibra natural, sem pintura, uma vez que a textura a ser aplicada teria uma tonalidade bem semelhante à base.

Depois de colocar a árvore na cola, apliquei sobre ela a textura  Fine Turf -Yellow grass (Woodland
T43)

Com o alicate fiz os tufos de folhas.



Depois, apliquei cola líquida com um pincel largo, nas pontas das folhagens.



Em seguida joguei sobre a cola o Blended Turf, para dar a impressão de meia-estação, quando a árvore, depois do inverno, começa a brotar.



O efeito final é mostrado abaixo. 
Pode ser uma boa opção para intercalar entre as outras árvores, quebrando o efeito monocromático.



Considerações finais

Para facilitar a compreensão utilizei quase  sempre o Fine Turf – blended turf (Woodland T 49),  mas outros acabamentos podem ser usados pelos modelistas. O cenário escolhido irá determinar a escolha das texturas.
O importante é experimentar e não ter medo de recomeçar se a primeira experiência não deu certo.
Dou como exemplo a modelagem da árvore tipo 3, que me ocorreu ser possível com a cola spray. A tentativa de fazê-la me provou que eu estava certo.
Se houver dúvidas podem me perguntar através desta página.
Espero que o tutorial seja útil, particularmente para aqueles que gostam de dar um passo à frente, fazer boa parte do cenário, e dar um toque pessoal às suas maquetes.
Um grande abraço!



14 comentários:

  1. /novamente venho aqui dar os meus parabens a voce...venho seguindo seus tutoriais,desde as montanhas rochosas.voce nao imagina como tem sido uteis para a minha maquete.estou agora na fase de colocaçao de arvores(coniferas),logo colocarei as fotos..e com certeza dedicarei o trabalho meu e de minha esposa a voce Balan...muito obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francisco Estevez, que honra, para mim, receber essa dedicatória. Muito obrigado mesmo! Fico feliz que os tutoriais estejam sendo úteis a vocês. Um grande abraço.

      Excluir
  2. Parabens Balan, você realmente é um artista de primeira mão! Valeu pelo tutorial...Ricardo Reinert.

    ResponderExcluir
  3. Olá, por favor, onde posso adquirir a turfa e a grama estática?
    Estive procurando no eBay, mas os custos estão estratosféricos devido ao dollar e as taxas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex, tente na Brasil Hobbies, http://www.brasilhobbies.com.br/ecommerce_site/categoria_4246-2181-2295_4477_ACESSORIOS-Woodland-Scenics - na Cordeiro Hobbyshttp://www.cordeiroshobby.com.br/loja/, ou na Rio Grande Modelismo. http://riograndemodelismo.com.br/Decoracao/Tenho comprado deles

      Excluir
    2. Muito obrigado! Os links salvaram a pátria! >D

      Excluir
  4. Ótimas informações e belo trabalho.
    Muito obrigado por ensinar detalhadamente.

    ResponderExcluir
  5. Ótimas informações e belo trabalho.
    Muito obrigado por ensinar detalhadamente.

    ResponderExcluir
  6. Ivan, obrigado pelo comentário. Que bom que você gostou. Se for do seu interesse, divulgue o site. Um grande abraço do Balan

    ResponderExcluir
  7. Olá.... gostaria de saber se você tem alguma ideia para um ferromodelismo onde tenho disponivel 1,05mx2,05m. Gostaria de fazer algo simples porem com alguma ponte... sou bem iniciante!

    ResponderExcluir
  8. Entre na página da Frateschi http://www.frateschi.com.br/web/publicacoes/
    e faça o download do arquivo "Ferrovias para você construir". Nele há diversos projetos que podem servir de inspiração para você. Inclusive utilizando o primeiro projeto do folheto fiz a Maquete das Crianças. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigada!!! Me ajudou demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Laura, disponha sempre. Se puder ajudar em mais alguma coisa, é só me escrever. Um grande abraço do Balan.

      Excluir